Guto Ferreira não poderá ficar no banco contra o Fluminense

Além do técnico Guto Ferreira, os laterais Samuel e Eduardo, e ainda o zagueiro Luiz Otávio completaram a série de três cartões amarelos e não vão poder enfrentar o Fluminense na próxima rodada.

13 de outubro de 2020
Guto Ferreira não poderá ficar no banco de reservas contra o Fluminense

As ausências do Ceará na partida do próximo sábado (17) pelo Campeonato Brasileiro se resumem não apenas a atletas. O técnico Guto Ferreira não poderá ficar no banco de reservas contra o Fluminense. O treinador completou sua série de três cartões amarelos.

Os treinadores e auxiliares estão passíveis de suspensões através de uma regra implementada a partir de 2019. Assim, caso o técnico ou algum auxiliar complete a série de três cartões amarelos fica suspenso. Da mesma forma que já acontecia com os atletas.

Guto Ferreira tomou seu primeiro cartão amarelo na 3ª rodada, contra o Atlético/MG. Depois disso, foi advertido na partida diante do Red Bull Bragantino. O terceiro cartão amarelo veio no confronto com o Corinthians.

Essa suspensão não impede que o treinador vá ao estádio e assista a partida, mas os protocolos adotados dificultam isso. O treinador teria que estar na lista do Clube para o jogo e isso poderia configurar que estaria trabalhando e isso não pode acontecer porque ele está suspenso.

Por isso, provavelmente, Guto Ferreira não poderá ir ao Maracanã também. O técnico do Ceará deve ficar no hotel. A comunicação com seus auxiliares deve acontecer via celular. Portanto, o assistente Alexandre Faganello deve substituir Guto Ferreira a beira do campo.

Essa a segunda vez que o técnico Guto Ferreira cumpre suspensão no Campeonato Brasileiro. Na 9ª rodada, o treinador também esteve suspenso. O técnico do Ceará não ficou a borde de campo contra o Internacional/RS na Arena Beira Rio. Havia sido expulso na rodada anterior, quando o Ceará enfrentou o Santos no Castelão.

(Foto: Samuel Andrade/Futebolês)


Publicidade

Veja também


Desenvolvido por